31 dezembro 2013

A gente merece mais.

Via We <3 it

Em uma das voltas que a vida dá eu te achei perdido por aí. Te coloquei no bolso e disse que seria meu. E assim foi por algum tempo. Milhares de vezes eu me flagrei pensando no que raios aconteceu com tudo aquilo que nós tínhamos. Me peguei vasculhando os cantos mais empoeirados da minha memória, mas nunca cheguei a uma resposta boa o suficiente. 
O que aconteceu com a gente? 
O tempo. A mudança de estações. A rotina. A vida.  Cada um virou para um lado diferente e seguiu seu caminho. Eu achei meu conforto nas palavras e você, bem, eu não faço ideia. 
Se me perguntarem, eu posso até ser ousada em dizer que a gente foi até feliz. Do nosso jeito meio estragado e imaturo. E felicidade, meu bem, é o que eu sempre procurei desesperadamente durante toda a minha vida sem saber que tinha tudo que eu procurava ao meu lado, mas você sabe que eu não me contento com o que tem ao meu lado e sempre quero mais, quero ir além e às vezes eu acabo esquecendo do que realmente importa. Mas isso mudou do tempo que te conheci para cá. Acho que isso também é amadurecer. 
Por muito tempo você foi o meu refúgio. Aquele que eu tinha certeza que estaria ali para me apoiar e me dizer para não desistir. E eu estava lá para você também. E assim a gente andava. 
Só que como eu disse antes, a vida acontece. A gente cansa, desgasta, muda e se liberta. Percebe que talvez tudo aquilo tenha sido uma grande dependência emocional e descobre que não tem mais o que oferecer para a outra pessoa. E é aí que a maturidade bate na nossa porta e nos faz pensar se já é hora de deixar o que estamos segurando seguir seu rumo. Porque era, no mínimo, egoísmo da minha parte te fazer ficar quando já estava na hora de soltar as mãos. E sabe por que? 
A gente merece mais. Mais do que um poderia proporcionar ao outro. A gente merece amor. Companheirismo. Confiança de verdade. Calmaria. Segurança. Alguém sem tantos defeitos emocionais para ter equilíbrio. Alguém que se importe como a gente merece. A gente merece seguir em frente. 
Então, por favor, lembre de mim com carinho. Porque é assim que vou lembrar de você até o dia que o meu coração parar de bater. Ou até o dia que eu não conseguir mais lembrar quem eu sou. Eu te desejo todo o amor que houver nessa vida, como já diria a Cássia. Mesmo que não seja o meu.

2 comentários:

  1. adorei....esta é a minha netinha...te amo .vó.

    ResponderExcluir
  2. Amei.... espero por outra ansiosa.

    ResponderExcluir

Obrigada pelo seu comentário! Até a próxima :D

© Luiza de Jobim Copyright 2016 Todos os direitos reservados.
Design by Tamires Sobral | Portfólio Ícones by flaticon.com