09 junho 2013

Os livros de junho.



E finalmente o mês de junho chegou e com ele a minha nova lista de leitura. Yay! O mês já está voando na minha opinião, acho que somou a correria do final do semestre com os preparativos do meu intercambio (que ainda não contei ainda) e mais mil e uma coisas que preciso fazer, mas mesmo com o tempo extremamente curto, sempre dou um jeito de dedicar pelo menos 15 minutos do meu dia aos meus livros.  
Outra coisa que decidi fazer esse mês e pretendo transformar isso em hábito é manter a minha conta no Skoob. Sempre esqueço dela, fico uns seis meses sem entrar e acabo me perdendo quando vou listar os livros que já li. Dessa vez estou entrando acessando o site pelo menos duas vezes por semana haha.
Resolvi me dedicar a Chick Lit (Alô Meg Cabot) e a livros que não são séries porque desse jeito o meu bolso não aguenta , exceto por três que fazem parte de uma coleção que já tenho há alguns anos. 

Comecei o mês lendo Abandono da Meg Cabot, autora de A Mediadora, o Diária da Princesa e mais uns mil livros. A Meg é uma das minhas autoras favoritas desde os 13 anos quando ganhei da minha avó o primeiro livro da autora. Abandono é mais uma série sobrenatural e conta a história de uma garota chamada Pierce que morreu em um acidente, mas de alguma forma voltou à vida. Para quem espera mais uma A Mediadora, não se engane: o livro não se parece com a série. O que é algo bom ou ruim, não decidi ainda. 

"Pierce tem dezessete anos de idade e sabe o que acontece quando morremos. É assim que ela conheceu John Hayden, o misterioso estranho que fez ela voltar a vida normal — ao menos a vida que Pierce conhecia antes do acidente — quase inacreditável. Embora ela pense que escapou dele — começando em uma nova escola em um novo lugar — confirma-se que ela estava errada. Ele a encontra. O que John quer dela? Pierce acha que sabe… também acha que ele não é um anjo da guarda, e seu mundo sombrio não é exatamente o céu. Mas ela não consegue ficar longe dele, especialmente porque ele está sempre lá quando ela menos espera, exatamente quando ela mais precisa. Mas se ela deixa cair qualquer coisa, ela pode se ver no lugar que ela mais teme. E quando Pierce descobre uma verdade chocante, sabe de onde John a salvou: o submundo."

O segundo livro da minha listinha é Lola e o garoto da casa ao lado. Da mesma autora de Anna e o Beijo Francês, Stephenie Perkins. Escolhi este livro porque adorei a maneira com que a autora escreve. A leitura é leve e bem gostosa. o que é exatamente o que eu estava procurando para esse final de semestre tumultuado. A personagem principal do livro se chama Lola e apesar de seu jeito único de ser e vestir é uma garota muito cativante e de fácil identificação. Me identifiquei com ela em algumas partes da história e sei que várias outras pessoas vão se identificar também.

A designer-revelação Lola Nolan não acredita em moda… ela acredita em trajes. Quanto mais expressiva for a roupa — mais brilhante, mais divertida, mais selvagem — melhor. Mas apesar de o estilo de Lola ser ultrajante, ela é uma filha e amiga dedicada com grandes planos para o futuro. E tudo está muito perfeito (até mesmo com seu namorado roqueiro gostoso) até os gêmeos Bell, Calliope e Cricket, voltarem ao seu bairro. Quando Cricket — um inventor habilidoso — sai da sombra de sua irmã gêmea e volta para a vida de Lola, ela finalmente precisa conciliar uma vida de sentimentos pelo garoto da porta ao lado.


Além de Abandono, esse mês resolvi colocar mais livros da Meg Cabot na minha estante, já que não comprava seus livros desde o ano passado. Adicionei a minha prateleira Meg (porque eu tenho uma reservada só para os livros dela) Na Passarela e Liberte meu coração. 
Na Passarela é o terceiro livro da série Cabeça de Vento, que conta a história de Em Watts após a "troca de corpo" com a modelo Nikki. Parece loucura? Totalmente. Confessor que achei o livro uma completa viagem da Meg e às vezes continuo achando, mas não consigo parar de ler as histórias da autora. Bom, a Em estava se adaptando ao fato de não poder voltar mais ao seu corpo e ter que viver como a modelo Nikki. Uma vida completamente diferente e ser vigiada de perto pelas empresas Stark para que ninguém descubra seu segredo, é, definitvamente as coisas não poderiam estar mais complicadas para Em.

Onde se esconder quando todos sabem seu nome? Em Watts está fugindo; das notas da escola, dos compromissos de trabalho, das cobranças da família e dos amigos. Mas, principalmente, dela mesma. Uma viagem inesperada com Brandon Stark — aquele que deveria ser seu namorado, agora que Em é Nikki — faz com todos fiquem furiosos, mas ela nem pode explicar seus motivos. Pensou em chantagem? Acertou.

O terceiro livro da Meg, Liberte meu coração, na verdade é a história que a Mia escreveu no último volume de O Diário da princesa. Se você prestar atenção na capa, o nome da autora é a princesa Mia com a "ajuda" da Meg. Achei isso muito legal até porque ao decorrer do último livro do Diário encontramos alguns trechos do livro e foi o que me instigou a comprá-lo.

Sua Alteza Real, a princesa Mia Thermopolis da Genovia, cujos diários se tornaram sucessos de venda, agora mostra ao mundo inteiro seu primeiro romance — cheio de perigo, desejo e um amor que vencerá todos os obstáculos... com a ajuda da incrivelmente talentosa Meg Cabot! Finnula é a caçula de seis irmãs e um irmão na Inglaterra do século XIII. Enquanto suas irmãs se contentam em fofocar sobre maridos, crianças e afazeres domésticos, Finnula é alvo de comentários maldosos de toda a vila por caçar nos terrenos do conde e por andar por aí em calças de couro justas, Mas de repente Finnula se vê envolvida numa complicação sem tamanho... Uma de suas irmãs acabou com o seu dote comprando vestidos e bugigangas, e a única forma em que as duas conseguem pensar para recuperar esse dinheiro é muito pouco usual... Sequestrar um lorde ou um cavaleiro rico que possa pagar um resgate. O que ela não esperava é que esse sequestro fosse criar mais problemas do que soluções: o cavaleiro recém-chegado das Cruzadas que é escolhido por Finnula vai acabar se mostrando alguém muito diferente do esperado, e a moça pode acabar tendo que abrir mão do resgate... e de seu coração.

Outro livro que pretendo ler ainda essa semana é Espiãs também se enganam da Ally Carter. É o terceiro livro da série Garotas Gallagher que acompanho desde o final de 2009. Ele conta como é a vida de Cammie, a filha da diretora de uma escola de espiãs. Algumas pessoas consideram a história meio bobinha, mas eu lembro que demorei até achar o primeiro livro e desde então here i am achando tudo muito fofo e querendo ler mais.

Em Garotas Gallagher, as meninas mais espertas do mundo aprendem técnicas secretas de espionagem com professores altamente treinados. Desta vez, Cammie Morgan, filha da diretora, vai para Boston visitar sua companheira de quarto, Macey. O motivo é uma grande comemoração: o pai de Macey seria nomeado vice-presidente. Só que a celebração acaba não acontecendo. Elas se envolvem em um sequestro e, somente se utilizarem suas técnicas espiãs, conseguirão sobreviver.

Eu acompanho a saga Morada da Noite das autoras PC e Kristin Cast (mãe e filha, gente <3) desde 2009 também e resolvi completar a série antes que as autoras enlouqueçam e comecem a lançar um livro atrás do outro de novo como fizeram ano retrasado quando eu fiquei pobre por causa delas. Bom, depois de confundir a ordem dos livros esse ano, acabei comprando o sucessor de Destinada e não pude deixar a leitura em dia. Basicamente, a saga conta a história de Zoey, uma garota que foi transformada em vampira e aparentemente é sacerdotisa da Deusa Nyx. A vida da personagem vira de cabeça para baixo quando descobre que uma das pessoas mais influentes da Morada da Noite se envolveu com as artes das trevas. A partir daí os livros focam basicamente na lutra entre bem e mal. 

Em Destinada, as forças da Luz e das Trevas colidem em sua batalha épica centrada na morada da noite de Tulsa. Zoey está no lar onde pertence segura com seu Guardião Guerreiro, Stark, ao seu lado – e se preparando para enfrentar Neferet. Kalona liberou seu poder sobre Rephaim, e, através do presente de Nyx de uma forma humana, ele e Stevie Rae foram finalmente capazes de estar juntos – se Rephaim puder realmente andar no caminho da Deusa e continuar livre da sombra de seu pai. Mas Zoey está realmente segura? Ela realmente sabe quem são os mais próximos a ela? E o amor vencerá quando testado pela alma da Escuridão? Descubra o que está destinado no próximo eletrizante capítulo da série House of Night.

E por último, mas não menos importante A Culpa é das estrelas e O Teorema Katherine do John Green. Ok, devo confessar que relutei antes de comprar A culpa é das estrelas porque quase todas as pessoas que conheço falaram que ele é muito triste e bonito. Eu não consigo pensar que uma história triste pode ser bonita, mas fui vencida pela curiosidade. Quero ver o porque de todo mundo achar a história maravilhosa. Aposto que um dos personagens principais morre e todo mundo chora.

A culpa é das estrelas narra o romance de dois adolescentes que se conhecem (e se apaixonam) em um Grupo de Apoio para Crianças com Câncer: Hazel, uma jovem de dezesseis anos que sobrevive graças a uma droga revolucionária que detém a metástase em seus pulmões, e Augustus Waters, de dezessete, ex-jogador de basquete que perdeu a perna para o osteosarcoma. Como Hazel, Gus é inteligente, tem ótimo senso de humor e gosta de brincar com os clichês do mundo do câncer - a principal arma dos dois para enfrentar a doença que lentamente drena a vida das pessoas.
Inspirador, corajoso, irreverente e brutal, A culpa é das estrelas é a obra mais ambiciosa e emocionante de John Green, sobre a alegria e a tragédia que é viver e amar.


O Teorema de Katherine é o oposto de A culpa é das estrelas. É leve e até engraçado segundo algumas amigas que leram. Aproveitei uma promoção do Submarino e comprei os dois juntos. Os livros do John Green são os últimos na ordem da leitura, mas mesmo assim tenho uma certa expectativa. 

Após seu mais recente e traumático pé na bunda - o décimo nono de sua ainda jovem vida, todos perpetrados por namoradas de nome Katherine - Colin Singleton resolve cair na estrada. Dirigindo o Rabecão de Satã, com seu caderninho de anotações no bolso e o melhor amigo no carona, o ex-criança prodígio, viciado em anagramas e PhD em levar o fora, descobre sua verdadeira missão: elaborar e comprovar o Teorema Fundamental da Previsibilidade das Katherines, que tornará possível antever, através da linguagem universal da matemática, o desfecho de qualquer relacionamento antes mesmo que as duas pessoas se conheçam. Uma descoberta que vai entrar para a história, vai vingar séculos de injusta vantagem entre Terminantes e Terminados e, enfim, elevará Colin Singleton diretamente ao distinto posto de gênio da humanidade. Também, é claro, vai ajudá-lo a reconquistar sua garota. Ou, pelo menos, é isso o que ele espera.

Ufa! Que postagem gigante! Eu não queria que ela ficasse desse tamanho, mas são muitos livros para esse mês. YAY! Bom, espero que tenham gostado dos livros para esse mês. 

Beijos, Luiza

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo seu comentário! Até a próxima :D

© Luiza de Jobim Copyright 2016 Todos os direitos reservados.
Design by Tamires Sobral | Portfólio Ícones by flaticon.com